Noutros tempos, ha quase 40 anos, na minha terra Murtosa,
na Sexta Feira Santa fiz um boneco ao qual chamavamos de
(O VELHO DA ALELUIA). Esse boneco seria colocado no sabado de madrugada na rua atado a um poste de electricidade publico para assim toda a gente o puder ver. Como era tradicao, escrevi-lhe um TESTAMENTO em jeito de poema, no qual dizia a quem ele (O DITO) iria deixar os seus bens. E entao em jeito de poema foi mais ou menos assim:
Para a menina Maria,
Como e muito matreira.
Deicho-lhe os meus sapatos,
Para nao ir descalca para a feira.
 
Para a menina Rosa,
Cumo e muito exquesita.
Deicho-lhe as minhas calcas,
Para ela esconder a P..a.
 
Para a menina Piedade,
Como e muito magrinha.
Deicho-lhe o meu chourico,
Para ela encher a barriguinha.
 
Para a menina Floriana,
Como e muito vaidosa.
Deicho-lhe o meu livro de cheques,
Para percorrer toda a Murtosa.
 
Resultado; Sabado a noite a meia-noite, havia o velho para queimar , mas o (TESTAMENTO) ja nao existia ,tinham-no rasgado todo e sendo assim nao houve nada para ninguem.
Para minha Princesa com Amor
Em 16 de Outubro de 2002
Nasceu uma linda menina
Com cuidados de primeira.
Seu nome Vanessa e'
E continuara' de pe'
No trono dos OLIVEIRA.
 
Em Junho de 2005
Sua mae lhe encontrou
Um (ALTO) numa perninha.
Ao medico ela a levou
E apos exames verificou
Que era (CANCER) que ela tinha.
 
A partir desse momento
Tudo na familia mudou
Pois o golpe foi fatal.
E agora dia apos dia
Vivemos sem alegria
A' espera do resultado final.
 
Transfusoes de sangue,
E Quimio-Terapia
Fazem-lhe e terao que fazer.
Durante cerca de um ano
Medicina todos os dias
Para poder sobreviver.
 
Ha dias fomos visita'-la
E sua avo' ao beija'-la
Dos olhos lagrimas soltou.
E ela com sentimento
Inspirada pelo momento
Com sua mao, a face da avo' limpou.
 
Foi tao grande a comocao
Dentro do meu coracao
Que me deixou a pensar.
E a nos mesmos prometemos
Nao mais voltar a chorar
Quando a for-mos visitar.
 
Aquela menina alegre
Que eu antes conheci
Esta hoje tao diferente.
Brinca no Computador
Com o seu irmao maior
Mas nao como antigamente.
 
Como e possivel meu Deus
Com 2 aninhos e meio
Ja' ter que isto enfrentar.
E' o destino da vida
E esperamos com fe'
Que Deus a a' de curar.
 
Peco aqui com devocao
Do fundo do coracao
Nesta hora de incerteza.
Para que rezem a Jesus
Para que liberte da cruz
A minha querida Princesa.
 
O AVÔ Joao Oliveira
E dia de Sto. Antonio,
E aqui o vou recordar.
Neste dia 13 de Junho de 2005,
Por ele quero bailar.
 
O meu rico Sto. Antonio,
O Santinho popular.
Com teu poder divinal,
Faz minha vida mudar.
 
O meu rico Sto. Antonio,
Tens tanta coisinha boa.
Faz um milagre sagrado,
La em S. Bento, em Lisboa.
 
O meu rico Sto. Antonio,
Ja que te estou a pedir.
Afasta da terra a tristeza,
E faz o Mundo sorrir.
 
O meu rico Sto. Antonio,
De Padua, ou de Lisboa.
Com o teu puder Sagrado,
Nao deixes Portugal a toa.
 
O meu rico Sto. Antonio,
O Santo de tanta fama.
Levanta todos os perdidos,
Que estao caidos na lama.
 
O meu rico Sto. Antonio,
Como tu nao ha igual.
Padroeiro de Lisboa,
Abencoa Portugal.
 
O meu rico Sto. Antonio,
O Santo casamenteiro.
Da uma ajuda aos casais,
Para que nao lhes falte dinheiro.
 
O meu rico Sto. Antonio,
Sto. de tanta beleza.
Pede a Deus por nos no Ceu,
Para que acabe com a pobreza.
 
O meu rico Sto. Antonio,
a que tanto te pedi.
Peco-te mais uma coisa,
Nunca te esquecas de mim.
 
Joao Oliveira
10 DE Junho dia de Camoes,
Dia das Comunidades,
E dia de Portugal.
Aqui nos ESTADOS UNIDOS,
E celebrado de tal ordem,
Que penso nao haver igual.
 
Em Newark, em New Jersey,
Neste pequeno Portugal,
A festa e muito animada.
De outros estados vizinhos ,
Veem muitos Portugueses,
Para verem a parada.
 
Dezenas de grupos alegoricos,
Desfilam na Ferry Street,
Com seus trajes regionais.
Mas quando chega ao final,
Vai tudo para o arraial,
Comer pratos tradicionais.
 
Durante uma semana,
E festa todos os dias,
Como nunca houve igual.
Estao cheios os Restaurantes,
Com LOCAIS e visitantes,
E o dia de Portugal.
 
Juntamo-nos neste dia,
Pela forca da uniao,
A qual nos separa as vezes.
Mas sentimo-nos orgulhosos,
E ate um pouco vaidosos,
Por ter-mos nascido Portugueses.
 
Pais de navegadores,
Poetas e escritores,
E outrora donos de outras nacoes.
Pequeno pais nos somos,
Mas muito nos orgulhamos,
De ser teus filhos, Camoes.
 
Joao Oliveira
Homenagem a Todos os Gafanhenses Espalhados pelo Mundo

 
Nasci na Murtosa um dia,
Mas nao estudei historia.
E alguma coisa que sei,
Saime da minha memoria.
 
Enquanto fui adolescente,
Na ria muito trabalhei.
Caminhei pelas Gafanhas,
Tanto que as adorei.
 
Na Gafanha-da-nazare,
Onde tantos navios vi,
Noite e dia navegar.
As secas do bacalhau,
Como o Cunha, e o Ribau,
O Egas e o Franca-Mor.
 
A Gafanha-da-encarnacao,
Que me alivia a paixao,
Quando eu sonho com ela.
Ai quantas vezes, ai quantas,
Quisera por la passar,
E estou tao longe dela.
 
Pela do Carmo eu passei,
E tantas vezes sonhei,
Voltar a ve-la de novo.
Quero um dia la voltar,
E aquela gente abracar,
Como se fosse o meu povo.
 
Ja na Gafanha-de-aquem,
Hoje nao conheco ninguem,
Pois muitos anos passaram,
Para eles o meu abraco,
Aproveitando este espaco,
Das saudades que ficaram.
 
Na Gafanha-da-Vagueira,
Onde algumas vezes fui,
Naqueles tempos de outora.
Espero ir la um dia,
Para conviver com os amigos,
Que tenho na INTER-NET agora.
 
Na Gafanha-da-boa-vista,
Quisera por la passar,
Para ver seus (BATATAIS).
Mas enquanto nao chega o dia,
Contento-me com a alegria,
Desses povos tao leais.
 
Da Gafanha-do-areao,
Tenho grande recordacao,
De um labrador bem (FARTO).
Quando ia a casa dele,
Dava-me batatas e couves,
Para eu levar para o barco.
 
Na Gafanha-da-boa-hora,
Em outros tempos de outrora,
Ao nascer uma crianca.
Dizia a (PARTEIRA) ao pai,
Tem calma Manel, tem calma...
E nunca percas a Esperanca.
 
Das Gafanhas eu falei,
Dos tempos que por la passei,
E hoje recordo com saudade.
Para todos os Gafanhenses,
Espalhados pelo Mundo,
Um abraco de amizade.
 
Joao Oliveira
Em Agosto de 2004,
Comecou o campeonato,
De futebol em Portugal.
Equipas pequenas haviam,
Mas perder jamais queriam ,
O que ate e natural.
 
18 equipas comecaram,
E muitos jogos jogaram,
fazendo surpreza as vezes.
Os grandes foram perdendo,
E os adeptos sofrendo,
Como e costume nos Portugueses.
 
Entre os 3 grandes eu vi,
Jogos muito mal jogados,
Que nem queria acreditar.
O tempo ia passando,
E todo o mundo esperando,
Para ver quem iria ganhar.
 
O Benfica...pouco dinheiro gastou,
Nos jogadores que contratou,
Em comparacao com os rivais.
E em 17 semanas andou,
No primeiro lugar da tabela,
Por isso sao os maiorais.
 
O Benfica nao jogou,
O que dele se esperou,
Mas eu sei qual a razao.
Criticado muitas vezes,
Por milhoes de Portugueses
Mas ele foi o campeao.
 
Restanos agora esperar,
A nova epoca comecar,
Mas sem criticas ao rival.
Que tenham muito valor,
E no fim ganhe o melhor,
Para bem de PORTUGAL.
 
Joao Oliveira
 
Nao te enamores do amor, enamora-te de alguem que:
Te ame, te espere, te compreenda; de alguem que te ajude,que te guie, que seja teu apoio, teu tudo.
Enamora-te de alguem que nao te atraicione, que seja fiel, que sonhe contigo, que so pense em ti, em teu rosto, em tua delicadeza, e nao em teu corpo e teus bens.
Enamora-te de alguem que te espere ate ao final,de alguem que tu nao elijas, que tu nao esperes.
Enamora-te de alguem que sufra contigo, que ria contigo, que seque tuas lagrimas, que te abrigue quando for necessario, que se alegre com tuas alegrias, e que te de forcas depois de um fracasso.
Enamora-te de alguem que volte para ti depois das zangas, depois do desencontro, de alguem que caminhe junto a ti, que seja um bom companheiro, que respeite tuas fantasias, tuas ilusoes.
Enamora-te de alguem que te ame.
Nao te enamores do amor ,enamora-te de alguem que esteja enamorado de ti, que te ame, que tu ames ,e assim seras feliz
 
Joao Oliveira
 
O que e ser Portugues?
 
E ter orgulho numa bandeira:
Representando sangue e esperanca.
E saber contar uma historia cheia de cultura:
Fruto de 800 anos de independencia.
E ser um heroi aos olhos do mundo:
Por nunca se dar por vencido.
E saber o verdadeiro significado de gastronomia:
O leitao a Bairrada,
Os pasteis de nata de Belem,
Os ovos moles de Aveiro,
O vinho do porto,
A sopa de pedra do Ribatejo,
Os rojoes a moda do Minho,
As malassadas dos Acores,
A caldeirada de enguias da Murtosa,
E saber navegar os 5 mares:
E chegar ao Brasil e a India.
E lutar pelo que nos pertence:
Ate a ultima gota de sangue.
E saber o que e o futebol:
Seja de que equipa for.
E saber o que e o folclore portugues:
A Laurindinha, o Malhao,o Vira e o Corridinho.
E saber, acima de tudo o que significa:
"Silencio que se vai cantar o fado!"
 
Joao Oliveira
Passado , Presente e Futuro
 
Nasci na Murtosa um dia,
Desejado por alguem.
Foi uma grande alegria,
Para meu pai e minha mae.
 
Na rua de Dom Diniz nasci,
E junto a ria me criei.
E hoje tenho saudades,
Dos tempos que la passei.
 
Passei minha adolescencia,
Na linda ria de Aveiro.
Ai... que saudades eu tenho,
Do meu Barco Moliceiro.
 
Fui crescendo e me fiz adulto,
E por alguem me apaixonei.
E com a Maria Rebelo,
Na Murtosa, um dia me casei
 
Tres filhas preciosas tenho,
E de uma 2 netinhos.
Uma esposa querida,
A quem dou muitos carinhos
 
 
31 anos passaram,
Apos a nossa uniao.
Ochala muitos mais passem,
Desejo-o do coracao.
 
Espero em breve voltar,
De vez, a terra natal.
E entao matar saudades,
Do meu lindo Portugal.
 
A mim proprio prometi,
Ao meu Portugal voltar.
E a partir de 2006,
Muito a serio vou pensar.
 
Depois de uma vida dura,
E sacrificios passar.
Quero viver tranquilo,
Em Portugal no meu lar.
 
Peco a Deus que e poderoso,
Para saude me dar.
Para que eu possa viver,
E meus sonhos realizar.
 
Joao Oliveira
Falar do 25 e Abril e falar do 25 de Abril de 1974. Nessa data ,estava eu como militar na Guine ,e quando isso aconteceu foi tal a emocao que nos pusemos a gritar de alegria ,( em causa estava o final da guerra e o nosso regresso a Portugal para junto dos familiares e amigos). Deixo aqui esta simples homenagem aos nossos CAPITAES HEROIS.
 
Dia 25 de Abril de 1974,
E eu na Guine estava.
O golpe de estado acontecia,
E toda a malta de alegria gritava.
 
Foi um dia enesquecivel,
Que guardo em minha memoria.
E o grupo dos capitaes,
Ficara para sempre na historia.
 
Em vez de (valas) nas armas,
Cravos ao peito usaram.
E sem sangue derramarem,
Do fascismo nos libertaram.
 
Foram os herois- do- mar,
Os nossos antepassados.
Mas foram herois em terra,
Os Bravos capitaes e soldados.
 
Politicos e militares,
Que nos estao a governar.
Orgulhem-se de ser Portugueses
E saibam Portugal honrar
Homenagem aos Pais
 
Ser pai e facil...basta poder e querer
Ser homem e facil... basta nascer
Viver como tal e facil... basta saber
Saber se-lo e dificil... tem que aprender
 
O meu pai foi um amigo,
Que eu nunca esquecerei.
Porque amor igual ao dele,
Nunca mais encontrarei.
 
FELIZ DIA DOS PAIS
 
Para Minha Esposa com Muito Amor
 
Maria sonhei contigo,
Que estavas a meu lado.
Ao acordar verifiquei,
Que nao me tinha enganado.
 
Meu coracao procurou,
Teu lindo nome Maria.
E quando te encontrou,
Ficou louco de alegria.
 
Com um A se escreve amor
Com um R recordacao.
Com um M se escreve Maria
Que vive em meu coracao.
 
Pus-me a chorar as saudades,
Junto de uma fonte um dia.
Era mais a agua dos olhos,
Que a que da fonte corria
 
Levo a vida percorrendo,
Caminhos sem terem fim.
Mas por muito que procure,
Vou sempre parar a ti
 
Peco a Deus que e poderoso
Que nos mantenha juntinhos.
Criando e educando os filhos,
E apoiando os netinhos.
Ai que Saudades do Domingo de Páscoa
 
Enquanto pequeno eu era,
O FOLAR ia buscar.
Agora que sou adulto,
Tenho que o comprar.
 
Uma Regueifa me davam,
Para assim me contentar.
Hoje so querem dinheiro,
Pois ha muito onde o gastar.
 
Sempre que se juntavam
Padrinhos e afilhados.
Se estes nao pedissem a bencao,
Os padrinhos ficavam zangados.
 
O dia de pascoa e lindo,
Para quem padrinhos tem.
Porque se nao os tiver,
Nao ha Pascoa para ninguem.
 
Ochala pudesse ser
Pascoa todos os dias.
Para assim poder haver,
Um mundo cheio de alegrias
Homenagem á Minha Terra Natal
 
Nasci na Murtosa um dia,
Sob o signo de Leao.
Meus pais me deram um nome,
Joao Oliveira (Lamarao)
 
Fui criado e educado,
Talvez com alguma sorte.
Mas em busca de melhor vida,
Vim para a America do Norte
 
Deixei a minha Murtosa,
E aqui eu vim parar.
Hoje sufro com saudades,
Por nem sempre la poder voltar.
 
Espero voltar um dia,
Para a terra onde nasci.
E a partir desse momento,
Ficar sempre junto a ti.
 
Murtosa tu tens encanto,
E beleza sem igual.
Es um jardim de quimera,
No reino de portugal
 
Peco a Deus que e poderoso,
Para um favor me fazer.
Que a terra onde nasci,
Tambem me veja morrer.
Á Minha Sobrinha Paula Rebelo
 
Ha 30 anos atras,
Na Lavoura, na Murtosa.
Nasceu uma linda menina,
Uma estrela preciosa.
 
Seus pais ficaram babados,
Por tal relica nascer.
Deram-me logo a noticia,
Para assim a poder ver.
 
Passados alguns aninhos,
Ja ninguem a segurava.
Quando a casa dela eu ia,
De traquina nao parava.
 
Mas com o tempo cresceu,
E hoje seus filhos tem.
E para eles transmite,
O que lhe ensinou sua mae.
 
Hoje ao fazer 30 anos,
Que se cumpram meus desejos.
Que Deus lhe de muitos mais,
E lhe encham a face de beijos.
Á Minha Esposa
 
A 51 anos nasceu,
Na murtosa, em meu lugar.
Maria dos Anjos Rebelo,
A mulher que eu viria a amar.
 
Com o tempo foi crescendo,
E por ela me apaixonei.
E na igreja da Murtosa,
Com ela um dia me casei.
 
Ao olhares para as estrelas,
Lembra-te sempre de mim.
Porque em cada uma delas,
Ha um beijo para ti.
 
Fiz para ti este poema,
Com muito amor e carinho.
Que no dia 8 de Abril,
Fizeste mais um aninho.
 
Te desejo do coracao,
Com palavras bem leais.
Que eu te veja cumprir,
Muitos, mas muitos mais.
João Paulo 2º
 
Era dia 2 de Abril de 2005, o Mundo parou ao saber a noticia da morte do (Disciplo de Jesus), Papa Joao Paulo 2. O Papa que mais Paises visitou pelo Mundo, levando sempre com sigo uma palavra de amor e paz. Aos pobres, Ele dava todo o seu carinho com uma palavra de amor e esperanca. Aos politicos, pedia para que evitassem as guerras e espalhassem o amor entre as Nacoes. Com a sua interferencia directa ou indirecta, fez com que alguns dos Paises comunistas deixassem o comunismo e hoje vivem uma vida diferente. Durante o seu (Papado) fe-lo sempre com humildade e dedicacao, e antes da sua morte deixou escrito que nao queria ser filmado, entre outras coisas, e pediu para que nao o levassem para Hospitais de novo, [pois seu desejo era morrer no seu quarto onde tantos anos viveu.] A vida continua, mas o Mundo ficou mais pobre. DESCANCE EM PAZ PAPA, JOAO PAULO 2
O autor , eu. Joao Oliveira
 
 
Estamos na SEMANA SANTA, e por iso nao posso deixar de escrever 2 letras. Esta e a semana em que todo o ser humano devia parar um pouco para reflectir, sobre o que e de facto a SEMANA SANTA, e evitar o odio, a maldade, a traicao, enfim, deixar para tras todas as coisas mas e procurar pelo menos nesta semana fazer algo de positivo. Se nao fizer-mos nada de mal, ja estamos a tentar fazer algo de bom. Que o Senhor abencoe todos os nossos lares. FELIZES PASCOAS para todo o MUNDO, sao os meus desejos, JOAO OLIVEIRA, U.S.A.
 
A semente do AMOR, aparece por acaso. Tendo-a, planta-se com carinho e espera-se que ela nasca. Apos o nascimento, rega-se com ternura e paixao, para que cresca e de frutos, os quais serao consumidos .Plantamos nos o amor e saibamos regalo todos os dias para que ele nao murche, so assim o Mundo podera ser feliz, e nos ficamos contentes
Poema á Mulher
 
Dia 8 de Marco foi o dia internacional da mulher e como tal, nao podia deixar de lhe fazer uma pequena homenagem. Quando Deus trouxe ao mundo a mulher, deu-lhe um fisico tao bonito, que so por isso merece ser homenageada. Alem disso deu-lhe tambem a possibilidade de nos poder dar filhos, outra razao para merecer tal homenagem. Agora pergunto! Sera que lhe damos o respectivo valor? Porque sera que existem por este mundo fora tantas mulheres exploradas, mal tratadas,enfim... sobre o dominio dos Poderosos os (HOMENS), que com o seu igoismo, tudo fazem para poderem dar nas vistas sem olharem a meios. Enquanto hou-ver desigualdade de direitos e exploracao feminina, nao sera possivel as mulheres poderem dizer que tem o dia internacional das MULHERES. Por isso , para elas , a minha HOMENAGEM.
 
Meu nome e Joao Oliveira, sou natural de um pequeno Concelho do distrito de Aveiro de nome Murtosa, Concelho que adoro e visito sempre que posso, e aconselho qualquer pessoa a visita-lo pois ficarao encantados com as suas praias . Estou neste pais ( USA) ha 21 anos , sempre trabalhei na construcao civil e vou ter que trabalhar mais alguns anos ate chegar o momento da reforma se Deus quiser. Gosto de futebol e hoquei em patins. Gosto de ver bons filmes na televisao, ler jornais diarios e desportivos, gosto de passear com a familia sempre que posso e acima de tudo andar sempre entretido a fazer qualquer coisa para nao me aborrecer. Sou educado, e procuro sempre que possivel boas companhias para nao ter que sofrer desilusoes. Detesto a mentira, o odio, a inveja, e sobretudo a traicao. Admiro a honestidade, a amizade, a boa educacao, a lealdade e a cima de tudo a uniao familiar. Sou amante da natureza, principalmente das montanhas e dos parques. Muito mais teria para escrever mas para nao maçar muito fico-me por aqui . Um abraço aos amigos
 
Hoje e o dia dos pais,
Um poema vou escrever,
Com palavras bem reais.
Espero fazer-me entender,
Naquilo que vou escrever,
Para todos os que sao pais.
 
Ha o pai que e honrado,
E a seus filhos ensina ,
O caminho a seguir.
Mas as vezes nao sei bem,
Ha sempre por detras alguem,
Que nao os deixa cumprir.
 
Ha o pai que e lutador,
E trabalha com ardor,
Para nada faltar no lar.
Trabalha de noite e dia,
Para que nao falte a alegria,
Ao almoco e ao jantar.
 
Ha o pai que e vagabundo,
E gasta tudo o que tem,
Muitas vezes sem pensar.
Sofre em silencio profundo,
So ao ver quem lhe quer bem,
Por sua causa a chorar.
 
Ha o pai que tudo da,
E em troca nada recebe,
De seus filhos com valor.
E assim dia apos dia,
Se vai perdendo a alegria,
E afastando o amor.
 
Ha neste mundo bons pais,
Que sao para os filhos leais,
Como nunca imaginei.
Mas ha bons filhos tambem,
Que honram seu pai e mae,
Que jamais esquecerei.
 
Que neste dia do pai,
Como eu, o sou tambem,
Com sentimento profundo.
Vai da America do Norte,
Um abraco muito forte,
Para todos os pais do Mundo.
Nasci na Murtosa um dia,
Com a ajuda de uma parteira.
No registo civil me registáram,
Com o nome de Joao Oliveira.
 
Enquanto pequeno eu era,
Ja ser fadista queria.
E então para cantar,
Meus próprios fados fazia.
 
Cantava nas serenatas,
Fados de minha autoria.
Mas cantava outros também,
Dos fadistas que escolhia.
 
Para ir ao Festival no Porto,
Alguem um dia me convidou.
Mas fazia falta no trabalho,
E meu pai nao me deixou.
 
Ter nascido na Murtosa...
Nao era ,terra de artista!
Se nascesse em Lisboa ,ou Porto,
De certo eu era Fadista.
 
Como não o pude ser,
E passou a mocidade.
De vez em quando... canto o fado
Para matar a saudade.
 
Faço poemas e versos,
Escrevo, por brincadeira.
Gosto de ler e escrever,
É este, o João Oliveira.
Hoje e o dia das maes,
para elas vou fazer.
uma simples homenagem,
que aqui vou escrever
 
ha a mae que e violada,
e abusada tambem.
sofre muito por seu filho,
Mas nao deixa de ser mae.
 
ha a mae que e solteira,
Apaixonada por alguem.
Tem um filho inesperado,
Mas nao deixa de ser mae.
 
Ha a mae que e casada,
Que o seu marido tem.
Tem um filho porque quer,
Para assim poder ser mae.
 
Ha a mae que e casada,
Mas filhos nao pode ter.
Tenta adoptar algum,
Para assim mae poder ser.
 
Ha duas mulheres a quem,
Eu dedico meus carinhos.
Foi a minha querida mae,
E e a mae dos meus filhinhos.
 
Neste dia tao feliz,
Com um carinho profundo.
Envio um grande beijo,
Para todas as maes do Mundo.
hoje e o dia das maes,
para todas com praze.r
com muito amor e carinho,
um poema vou escrever.
 
ser mae, e simples, e facil,
basta poder e querer.
educar o filho e dificil,
tem que conhecer ,e saber.
 
a mae e o ser mais querido,
que conheci nesta vida.
porque amor igual ao dela
eu nao encontrei ainda.
 
quantas vezes nos julgamos,
que a vida nao nos vai bem.
desde logo procuramos,
por um conselho de mae.
 
a mae chora quando nada,
a seus filhos tem para dar.
sofre em silencio profundo,
para nao os ver chorar.
 
a amar e respeitar ,
de minha mae conheci.
e hoje ensino as filhas minhas,
o que com ela aprendi.
 
neste dia das maes,
com um sentimento profundo.
envio um grande beijo,
para todas as maes do mundo.
hoje e o dia 1 de maio,
dia de muito valor.
vou fazer uma homenagem,
a todo o trabalhador.
 
ha mulheres por todo o mundo,
que sao muito exploradas.
nao lhes dao o que e devido,
e ate sao mal tratadas.
 
ha homens que sao mal pagos,
pelos seus proprios patroes.
tratam-os como escravos,
ficando eles com milhoes.
 
ha patroes e sindicatos,
governo e trabalhadores.
ha greves e desacatos,
e ate falta de valores.
 
enquanto houverem no mundo,
patroes exploradores.
nao havera 1 de maio,
para muitos trabalhadores.
 
deixo aqui o meu apoio,
e meu voto de louvor.
a todos os trabalhadores,
no dia do trabalhador.
Ser Imigrante ...e ser homem com coragem, deixar a terra natal, quase que abandonar a familia, e partir em busca de aventura, sujeitando-se a tudo (ou quase tudo)o que lhe aparece pela frente de bom e de mau, e aceitar como uma RELICA muitas vezes contra sua vontade, mas , de boa vontade. Ser imigrante ... e sofrer a ausencia da familia, sentir a distancia do Pais amado, trabalhar em busca de um sonho muitas vezes INATINGIVEL... Ser imigrante... e dar de nos tudo o que temos para ajudar a construir um Pais que nao e nosso, enquanto o nosso espera pela nossa ajuda que nao lhe podemos dar ... Por que, o Mundo nao e um so Pais, ou por que, nao podemos ter melhor sorte no nosso Pais para que nao tivesse-mos de imigrar? Ochala um dia nao seja preciso ninguem IMIGRAR e o MUNDO seja mais feliz. Joao Oliveira